Irlanda

A Irlanda é um país que lhe oferece roteiros históricos e culturais, paisagens incríveis e muita diversão.

Dublin, Galway, Cliffs of Moher e Kylemore Abbey são alguns dos cartões postais mais conhecidos do país. Os irlandeses são receptivos, fascinantes, bem dispostos, com um excelente sentido de humor e apaixonados por uma boa conversa. São mestres em contar histórias, lendas, piadas… por isso, seja sentado num autocarro durante um tour ou num balcão de um pub, a diversão é garantida.

Para ver o roteiro completo em pdf, clique aqui: 01_roteiro_irlanda

capa-irlanda

Dublin

A inebriante capital irlandesa oferece-lhe cultura, história e diversão.

Se gosta de beber, veio ao local certo, os pubs enchem-se de gente animada de pint de guinness na mão. Faça um brinde “Sláinte”, que se pronuncia “slôntcha” e que significa “saúde” na língua celta.

Dublin é uma cidade de tamanho médio, e a maior parte das atrações podem ser percorridas a pé. Pode ficar a conhecer a cidade em apenas dois dias, mas se puder reserve pelo menos 3 dias para disfrutar a cidade com calma.

O ideal é começar o seu passeio pela cidade com o Free Walking Tour Parte 1, com uma duração aproximada de 3h. O ponto de encontro é na Praça em frente ao Central Bank, na Dame Street. Existem várias companhias mas todas começam às  11h nesta zona. Guias locais que apresentam os principais pontos históricos do centro da cidade. Não há um custo fixo, o valor da “gorjeta” fica ao critério de cada um. Os guias são simpáticos e têm sempre uma lenda ou uma história para contar em cada esquina.

Christ Church Cathedral | Localizada no coração medieval de Dublin, foi a partir daqui que se desenvolveu a cidade. Foi fundada em 1038, pelo rei escandinavo Sitric Silkenbeard. Este é o edifício de pedra mais antigo da cidade. Ao longo dos séculos sofreu grandes transformações, e o atual edíficio apresenta uma intrigante fusão de elementos originais dos séculos XII e XIII e características góticas vitorianas.

01_catedral.JPG

04-catedral

Castelo de Dublin, é outra das construções mais antigas da cidade. Erguido no ponto mais alto da cidade, entre 1204 e 1220, no mesmo local de uma antiga povoação viking, Fazia parte da fortificação normanda que defendia a cidade.

29_castelo

31_castelo

33_castelo_jardim

Trinity College, foi fundada em 1592 pela rainha Elizabeth I. Esta universidade é a maior e mais antiga do país e apresenta um conjunto sublime de edifícios clássicos. A sua biblioteca possui um exemplar da primeira edição de todos os livros lançados na Grã Bretanha e Irlanda desde 1801, e por isso possui mais de 3 milhões de livros e manuscritos espalhados por 8 prédios. É uma das atrações mais visitadas de Dublin, por isso, aconselho a ir o mais cedo possível.

18_trinity_college

25_trinity_library

20_trinity_library

21_trinity_library

Temple Bar, esta zona situada entre a Dame Street e o rio Liffey, era antigamente uma zona pobre da cidade que foi sendo ocupada por artistas e músicos. Atualmente é uma zona animada e movimentada, repleta de pubs, restaurantes, cafés e lojas alternativas. Aqui floresce o panorama cultural da cidade. Nascem estúdios de artistas, galerias, teatro e música. Transformou-se uma das zonas mais populares da cidade, tornando-se bastante torbulenta nas noites de fim-de-semana.

14-2_temple_bar

12_temple_bar

13_temple_bar

14_temple_bar

Guinness Storehouse | Esta estrutura de 7 andares, construída em 1904, guia-nos pelo processo de produção desta “substância preta” que faz parte da história e da economia da cidade. A Guinness Storehoure tornou-se a atração nº1 da Irlanda. Esta simples exposição envolve os quatro sentidos, o visitante é convidado a tocar, sentir e cheirar os quatro elementos que compõem esta bebida: lúpulo, cevada, levedura e água. Na white room, provamos o seu sabor. Depois da história dos fundadores e do passo a passo do processo de fabrico, avançamos para o transporte e para a publicidade. E por fim, a visita termina no topo do edíficio, no Gravity bar com uma vista 360º sobre a cidade.

07_guinness

08_guinness

10_guinness

11_guinness

Transportes:

Se, como eu, pretende viajar pela Irlanda e não se arrisca a conduzir ao contrário, a Irlanda tem uma boa rede de transportes (comboios e autocarros). No site http://getthere.ie, você encontra a melhor forma de se deslocar, qual a companhia e os horários.

GALWAY | 3 dias

Localizada a 200km de Dublin, em linha reta, Galway (Gaillimh, em gaélico) fica aninhada na costa oeste e é uma das cidades mais charmosas e mais acarinhadas da Irlanda. Com uma população de aproximadamente 76.000 habitantes, é uma cidade compacta e fácil de conhecer. Os seus habitantes descrevem-se como amigáveis, bem-humorados e boémios. De origem celta e espanhola, esta cidade apresenta um ambiente contemporâneo e vibra com a enorme quantidade de festivais que recebe durante o ano.

Reservei um dia para conhecer a cidade, mas cheguei em pleno Halloween e deparei-me com mais animação do que o esperado.

Era o Galway Aboo Halloween Festival, o maior festival de Halloween do país. A cidade borbulhava de excitação com o desfile previsto para esse dia, organizado pela companhia de espetáculos Macnas (http://macnas.com), que celebrava este ano (2016), 30 anos de existência. O desfile percorre grande parte da cidade. A população em peso está na rua, e espaços são reservados para quem tem problemas de locomoção. É garantido que ninguém perde o tão esperado desfile com música ao vivo, teatro de rua e gigantes. Por isso, apenas conheci o centro e a catedral.

08_halloween09_halloween10_halloween

A Catedral foi construída em 1965, é uma mistura de estilos com características góticas, barrocas e renascentistas.

07_catedral

03_catedral11_catedral06_catedral

Galway é um ponto central para quem viaja de transportes públicos, a partir daqui é possível comprar vários tours de um dia para diversos destinos como: Cliffs of Moher, Aran Island (Inishmore, Inishmaan e Inishere) ou Parque de Connemara. No meu caso, como só dispunha de 2 dias optei pelo Cliffs of Moher e Connemara.

Connemara & Cong tour | Galway Tour Company |  Horário: das 9h30 às 17h |   20€

Os tours são muito pontuais, raramente atrasam e o tempo de todas as paragens é cronometrado ao milésimo e normalmente respeitado por todos.

Descrita por Oscar Wilde como uma “beleza selvagem” a região de Connemara, localizada a oeste de Galway apresenta cenários deslumbrantes repletos de baías, praias quase desertas, coloridas vilas pescatórias, lagos, pântanos e montanhas.

O tour não chega a ir até a costa, ele guia-o pelas trilhas do Parque Nacional de Connemara, ao longo do Lago Corrib, que tem cerca de 365 ilhas, até à Kylemore Abbey e regressa pela Vila de Cong. Se tiver carro, reserve pelo menos dois dias para explorar a região.

34_connemara33_connemara35_connemara

O cenário romântico de Kylemore Abbey, a sua história e a paisagem onde está inserido fazem deste um local fascinante. Diz-se que o terreno onde hoje se encontra Kylemore Abbey foi descoberto pelo inglês Mitchell Henry, um médico, e sua esposa Margaret Vaughan que visitaram Connemara durante a sua lua de mel, em 1850. Margaret adorou de tal maneira o local que o seu marido comprou os 15.000 hectares e lhe ofereceu. Aqui construiram um castelo e um jardim vitoriano amuralhado.

17_kylemore_abbey13_kylemore_abbey

22_kylemore_abbey23_kylemore-abbey26_kylemore_abbey

Cliffs of Moher & Burren tour | Galway Tour Company |  Horário: das 9h30 às 17h | 20€

Os Cliffs de Moher ficam a, aproximadamente, 70 km de Galway e são uma das atrações mais visitadas da Irlanda, atraindo cerca de um milhão de visitantes por ano. Os impressionantes cliffs estendem-se por 8 km, e com 214 m de altura sobre o oceano atlântico apresentam uma vista fantástica.

43_cliffs45_cliffs52_cliffs53_cliffs

A vantagem do tour é que ele leva-o pela região calcária do Burren, onde nascem algumas das plantas mais raras do continente, e pela rota do Wild Atlantic Way, onde terra e mar se encontram.

Faz uma breve paragem no Castelo de Dunguaire, que data do séc. XVI e onde viveu o rei Guaire; na catedral de Kilfenora; na pequena vila de Doolin onde se pode almoçar muito bem no Gus O’Connors Pub e no Dolmen de Poulnabrone construído no período neolítico. Na realidade, esta famosa “pedra” é um túmulo desde 2900 a.C. Segundo os pesquisadores aqui realizavam-se muitos rituais celtas, uma vez que esta região era considerada sagrada.

38_dunguaire40_dunguaire55_dolmen

LIMERICK | 1 dia

Mesmo sendo a terceira maior cidade da Irlanda, Limerick continua a ter cara de cidade pequena. Localizada na região centro-oeste da Irlanda, esta cidade histórica não é tão atrativa como Galway. No entanto, é uma cidade amigável e acolhedora, cujo setor cultural e criativo tem vindo a desenvolver-se e a assumir um papel cada vez mais importante no atual panorama de crescimento da cidade. Do ponto de vista turístico, Limerick não é uma cidade que tenha muitas atrações turísticas, por isso um dia (ou menos) é o suficiente para percorrer as suas principais atrações: The Hunt Museum; St. Mary’s Cathedral e o King John’s Castle.

01_limerick02_limerick12_limerick10_limerick08_limerick11_limerick

KILLARNEY | 3 dias

Localizada a 300 km de Dublin, Killarney é conhecida por ser a principal porta de entrada para o famoso Ring of Kerry, uma famosa rota turística pelo condado de Kerry, com 179 km e considerada uma das regiões mais bonitas da Irlanda.

Killarney, apesar de ser um pouco turística, é bastante charmosa. O seu pequeno centro está repleto de casas coloridas, lojinhas e pubs animados.

A cidade tem uma grande e imponente catedral. Em fente, encontra-se uma das entradas do Killarney National Park (www.killarneynationalpark.ie), o primeiro parque nacional criado na Irlanda, com 102,89 km². Para explorar todas as atrações do Parque o melhor é alugar uma bicicleta. No entanto, se é amante de caminhadas, saia da Catedral em direçao ao Killarney National Park e siga até ao Ross Castle. A caminhada pelo Parque dura cerca de 40 min, se for pelo caminho mais direto, ou se preferir o caminho mais bonito, o que eu aconselho, ande um pouco mais e faça o percurso que vai pela beira do lago Lough Lane. A paisagem é incrível.

04_national_park05_ross_castle-copy

09_national_park17_ross_castle19_ross_castle20_ross_castle

Dingle Penninsula Tour

Apesar de não ser um tour tão popular quanto o Ring of Kerry, a península de Dingle oferece-nos uma costa deslumbrante, é a costa mais acidentada da Irlanda, onde o verde do campo contrasta com o azul do oceano.

Dingle é uma pequena cidade encantadora, aninhada entre a baía e as montanhas. Casas pintadas de cores vivas e pequenas lojas alinham-se, intercaladas por acolhedores pubs e restaurantes.

26_peninsula_dingle27_peninsula_dingle28_peninsula_dingle33_peninsula_dingle37_peninsula_dingle38_peninsula_dingle39_dingle42_dingle44_peninsula_dingle45_peninsula_dingle

Ring of Kerry Tour

O trajeto começa em Killarney e passa por muitas aldeias pitorescas como Glenbeigh, Waterville e Sneem e pela Peninsula de Iveragh. A primeira parte do caminho percorre a costa, depois a vista é substituída por montanhas e lagos.

No regresso, o tour pára em duas das principais atrações do Killarney National Park: na Torc Waterfall, uma linda cachoeira e no mirante Ladys View de onde se pode observar os famosos lagos de Killarney.

46_ring_kerry47_ring_kerry48_ring_kerry49_ring_kerry51_ring_kerry52_sneem56_ladies_view59_torc

Os comentários estão fechados.